Eleita Deputada Federal Carla Zambelli fala sobre o novo governo e sua atuação parlamentar

0

Eleita Deputada Federal por São Paulo com 76.306 votos, Carla Zambelli assumirá o mandato em fevereiro na nova legislatura eleita em 2018, que foi marcada fortemente pela renovação. Carla nasceu em Ribeirão Preto, no interior do Estado de São Paulo, ativista política e Fundadora do movimento Nas Ruas, ganhou notoriedade pelo ativismo em favor do impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff. 
Ela conversou conosco sobre sua atuação parlamentar e sobre esse novo Brasil que estamos vendo nascer. 

Acompanhamos nesta semana a posse do novo Presidente do Brasil, Jair Bolsonaro que teve um recorde de público presente. É definitivamente um novo momento para o país?

R.: Acho que o Brasil começou a mudar há alguns anos, quando o povo se despertou para a política. A posse de Bolsonaro concretizou o novo caminho que vamos trilhar. Só já no período de montagem do governo vimos como as coisas vão andar de uma forma diferente, até porque as pessoas também estão mais ativas no acompanhamento da política, o que ajuda muito a encontrarmos o Brasil que queremos.

Carla durante manifestação na Av. Paulista

Antes de ser eleita Deputada Federal sua atuação política se dava através do ativismo. Como será a sua atuação parlamentar?

R.: Não vou mudar o meu jeito de agir. Foram oito anos lutando pelo fim da impunidade e por respeito à população. Agora como parlamentar, posso trabalhar diretamente por aquilo que sempre preguei. Uma vez afirmei que o que eu podia fazer como ativista já havia sido feito, mas agora era necessário estar dentro do Congresso para fazer mais. E é esse meu objetivo: sempre com transparência, ética e vontade eu vou trabalhar e representar as pessoas do meu estado e do meu país.

Com tantos ativistas eleitos podemos esperar momentos nas ruas para defender propostas do Presidente?

R.: As redes sociais são as grandes responsáveis por levar os brasileiros para as ruas, assim como foram elas quem elegeram o presidente Bolsonaro. Sendo assim, vamos utilizar delas para conversar com a população, explicando a importância de cada pauta e, a partir disso, creio que as pessoas vão se conscientizar e, tanto pela internet quanto pelas ruas também, vão apoiar o governo.

Na sua visão qual mudança será mais sentida pelos brasileiros já neste ano?
R.: Com certeza a de uma gestão diferenciada. Sem toma-lá-dá-cá e com respeito a todos. Em ações práticas, acredito que haverá bastante desburocratização, o que vai ajudar a trazer mais empregos, além da reforma da previdência, que já é prioridade no governo e acredito que os deputados entenderão sua necessidade. Então eu vejo que já em 2019 muita gente, claro que não todo mundo e nem a maioria ainda, vai voltar a trabalhar e todos vão ver a guinada positiva que o Brasil vai ter.

Carla Zambelli no Parlamento Israelense

Você esteve em Israel junto com o grupo de eleitos que visitaram o país no ano passado. O que podemos esperar da parceria Brasil-Israel, temos acordos já estabelecidos?

Essa parceria é mais do que histórica: é fantástica. O presidente Bolsonaro afirmou que Brasil e Israel não são meros aliados de negócios, mas são irmãos. Isso mostra uma relação de confiança que vai ajudar, certamente, muito as duas nações. Quando estive em Israel fiquei impressionada ao ver como eles são evoluídos em diversas áreas e em como eles podem ajudar muito a gente. E acho que é isso, quem vem para somar é muito bem-vindo. E, é claro, o Brasil também pode ajudar muito Israel com aquilo que tem de melhor, então os dois lados vão ser muito beneficiados.

Qual o maior entrave para o crescimento do Brasil?

A corrupção certamente é a principal. Burocracias podem ser desfeitas com negociações republicanas, mas quando se está instalada uma política de corrupção, é difícil reverter, pois isso acaba afetando a economia, já que os empresários vão ficar em dúvida sobre a reputação do Brasil. Quando se há corrupção, o dinheiro some, logo as pessoas não têm como consumir, e isso gera desinvestimento. Então, claro, junto com toda uma burocracia pesada, a corrupção tem atrasado muito nosso país.

Finalmente o Brasil se transformará no tão prometido país do futuro?

Benjamin Natanyahu disse que o Brasil é a terra da promessa. Concordo com ele. Nossa nação tem tudo para ser grande, para ser verdadeira influência mundial, mas o que faltou todos esses anos foi a aliança entre competência e honestidade. E tudo isso encontramos no atual governo, então o Brasil tem tudo para evoluir bastante daqui para frente.


Considerações Finais: 
Primeiro gostaria de agradecer a Deus por tudo o que vivi até aqui, no NasRuas e por ter sido eleita. Depois, a minha família por sempre me apoiar e a cada eleitor que confiou em mim o seu voto. Estamos juntos no mesmo barco e, por isso, é juntos que vamos reconstruir nosso país. Sabemos que será bastante difícil, os desafios são inúmeros, mas já provamos sermos capazes de derrotar qualquer adversidade. Portanto, peço que ninguém desista jamais do Brasil. Apenas começamos, e se Deus quiser e Ele quer, será também juntos que desfrutaremos de uma nação muito melhor para nós e nossas famílias.

Carla trabalhará no gabinete 482, o mesmo que pertenceu a Bolsonaro durante os seus 28 anos de atuação parlamentar no congresso. “O lugar é abençoado por Deus” diz ela. 

Campartilhe.

Sobre o Autor

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect