Ricardo Vélez Rodríguez, crítico do Enem e favorável ao Escola Sem Partido é o novo Ministro da Educação do governo Bolsonaro

0

O colombiano anti-marxista naturalizado brasileiro foi anunciado pelo presidente nas redes sociais.

O presidente eleito Jair Messias Bolsonaro (PSL), anunciou, por meio das redes sociais, o colombiano naturalizado brasileiro e autor de mais de 30 livros, Ricardo Vélez Rodríguez como ministro da Educação do futuro governo.

Vélez é professor de filosofia – com ênfase em História da Filosofia, atuando principalmente nos seguintes temas: pensamento brasileiro, patrimonialismo, filosofias nacionais, filosofia brasileira e liberalismo, teólogo, mestre em pensamento brasileiro pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, doutor em pensamento luso-brasileiro pela Universidade Gama Filho, pós-doutor pelo Centro de Pesquisas Políticas Raymond Aron, Paris, com ampla experiência docente e gestora, atualmente é professor emérito da Escola de Comando e Estado Maior do Exército e professor associado da Universidade Federal de Juiz de Fora (MG).

A escolha por Vélez contou com o respaldo do escritor, filosofo e professor Olavo de Carvalho e dos filhos do presidente eleito, em especial de Eduardo Bolsonaro, deputado federal (PSL/SP).

De acordo com o deputado Sóstenes Cavalcante (DEM-RJ) e pertencente a bancada evangélica: “É um excelente nome. A expectativa é de ele coloque a educação brasileira nos trilhos e que dê prioridade ao direito constitucional da família educar” e completou e que Vélez impedirá que “a esquerda continue manipulando a educação”.

Esta em discussão pelo governo de transição qual a estrutura do ministério que será assumido por Rodríguez. A equipe ainda decide se irá unificar a pasta com Cultura e Educação e se Ensino Superior ficará com MEC ou com Ciência e Tecnologia, que será comandado pelo astronauta e ministro da pasta de Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes.

OS LIVROS DE VÉLEZ:

  • A grande mentira – Lula e o Patrimonialismo Petista
  • Da guerra à pacificação
  • O patrimonialismo brasileiro em foco
  • Curso de humanidades: Moral
  • Tópicos especiais de filosofia moderna
  • A democracia
  • Patrimonialismo e a realidade Latino-Americana
  • A democracia liberal segundo Alexis de Tocqueville
  • Estado, cultura y Sociedad en la Amércia Latina
  • Oliveira Vianna e o papel modernizador do Estado brasileiro
  • A Cultural Ocidental – O cinema a serviço da cultura
  • Curso de Ciência Políticas – Liberalismo brasileiro. Volumes – 1,2,3 e 4
  • A Análise do patrimonialismo através da literatura latino-americana
  • Tópicos especiais de filosofia contemporânea
  • Curso de Ciência Política brasileira, volumes.1, 2,3, 4 e 5: socialismo brasileiro e a social democracia.
  • Introdução a ciência política v.5: prevalência da social democracia e sobrevivência.
  • Introdução a ciência política, v.2: a experiencia política ocidental
  • Introdução a ciência política, v.1: conceito e temas da ciência política.
  • Ética empresarial – conceitos fundamentais
  • Introdução a ciência política, v.3: o processo democrático

OS MINISTROS DE JAIR BOLSONARO

  • Onyx Lorenzoni (DEM-RS) – Ministro da transição e futuro chefe da Casa Civil.
  • Paulo Guedes – Economia
  • General Augusto Heleno – Segurança Institucional
  • Marcos Pontes – Ciência e Tecnologia
  • Sérgio Moro – Justiça
  • Tereza Cristina – Agricultura
  • General Fernando Azevedo e Silva – Defesa
  • Ernesto Araújo – Relações Exteriores
  • Wagner Rosário – Transparência e CGU
  • Luiz Henrique Mandetta – Saúde
  • André Luiz de Almeida – Advocacia-Geral da União.
  • Roberto Campos Neto – Banco Central
  • Wagner Rosário – Controladoria-Geral da União
  • Fernando Azevedo e Silva – Defesa
  • Gustavo Bebianno – Secretária-geral da Presidência
  • Ricardo Vélez Rodriguez – Ministro da Educação
Campartilhe.

Sobre o Autor

Jornalista, assessora de imprensa e divulgação de mídia

Deixe Um Comentário

Facebook login by WP-FB-AutoConnect